Notícias

8
nov

Do litoral ao sertão, SENAI-PE e IEL-PE levam Feira de Estágio para estudantes

O grande mote do Mundo SENAI deste ano é aproximar os jovens estudantes do mercado de trabalho e, por isso, o evento tem o IEL-PE como grande parceiro. Nos dias 8 e 9 de novembro, o SENAI-PE promoverá a feira de estágio, com oportunidades para os visitantes cadastrarem currículos e orientação profissional.

A Feira de Estágio vai acontecer dentro da programação do Mundo SENAI 2018, quando a entidade abrirá as portas de suas 11 Unidades para apresentar à população oportunidades de carreiras na indústria. Nos dois dias, será possível visitar 10 Escolas Técnicas e uma Faculdade de Tecnologia distribuídas no Agreste, Sertão e Região Metropolitana do Recife, além de participar, gratuitamente, de palestras, minicursos, demonstrações práticas de atividades profissionais e feira de profissões.

Nesse período, o SENAI-PE vai oferecer, gratuitamente, aproximadamente 100 minicursos, palestras e oficinas sobre o universo da educação profissional. As atividades abordarão assuntos de grande relevância para o setor industrial, como energias renováveis, design thinking, mercado de trabalho, empreendedorismo, o futuro das profissões, indústria 4.0 e tudo sobre os cursos que a instituição oferece. Para participar de tudo isso só é necessário fazer a inscrição no site  www.eventosenaipe.com.br.

Além dos minicursos gratuitos oferecidos durante o Mundo Senai, também será possível conhecer e se inscrever em mais de 170 cursos pagos de qualificação, aperfeiçoamento e técnicos disponíveis até o fim do ano, que somam mais de 3,5 mil vagas abertas. E caso a preferência seja por cursos a distância, a instituição vai oferecer 1.760 vagas em cursos EAD gratuitos durante o evento.

“Estima-se que na indústria, em média, para cada profissional de nível superior necessita-se de quatro profissionais de nível técnico. Essa proporção já denota que o mercado de trabalho é bem mais acessível a profissionais de formação técnica. Há muito mais empregos para técnicos que para engenheiros ou advogados. Daí podemos concluir que é melhor ser um técnico empregado que um bacharel sem emprego ou subempregado”, destaca o diretor regional do Senai Pernambuco, Sérgio Gaudêncio. A expectativa é de que o Mundo Senai receba 20 mil pessoas este ano. Bill Lee Authentic Jersey